Pesquisa

Aviso
Devido ao processo de migração da Banca Livraria Popular para o site da Pueblo Livraria, pedimos para enviar e-mail confirmando a disponibilidade dos livros antes de compra-los por este blog.

Bases da formação territorial do Brasil


 O território colonial brasileiro no “longo” século XVI.


 Desde a independência, as elites brasileiras conceberam o Brasil como um espaço, e não como uma sociedade. E mais: como um espaço a ser conquistado, num movimento expansivo no qual as populações foram pensadas como mero instrumento desse processo. A própria construção do país foi, assim, alçada à condição de projeto nacional básico, que teria no Estado territorial (não nacional) seu principal condutor. As idéias de civilização, de modernização e, mais recentemente, de globalização, serviram para justificar em diferentes momentos o propósito enunciado.

Trata-se de um estudo singular no âmbito da geografia brasileira, que busca explicar os primórdios da colonização portuguesa no Novo Mundo, abordando o processo de instalação e consolidação do domínio lusitano na América do Sul. Ciente de que as formas espaciais são explicáveis pelos processos sociais que lhes deram origem, o autor encaminha sua análise da avaliação mais geral das motivações da expansão européia, passando pelas particularidades da história de Portugal, até chegar à singularidade da formação brasileira. Um exercício comparativo com a instalação das colônias hispano-americanas permite esclarecer algumas generalidades de uma via colonial de desenvolvimento do capitalismo na América Latina, na qual o recurso ao trabalho compulsório emerge como um traço característico comum.

No que diz respeito à história brasileira, a leitura geográfica empreendida permitiu destacar aspectos não enfatizados por boa parte da historiografia mais recente, pouco atenta à dimensão territorial. Tal enfoque resultou numa proposta de periodização da época colonial de formação do Brasil, estabelecida com base na geografia política. As práticas de relacionamento dos colonizadores com o espaço, notadamente as formas de domínio territorial e os tipos de assentamento realizados nos séculos XVI e XVII, constituem o objeto final desse estudo que a editora Annablume tem a satisfação de reeditar na comemoração dos 20 anos de sua redação.

FICHA DO LIVRO

Título
: Bases da formação territorial do Brasil
Autor
: Antonio Carlos Robert Moraes

Editora
: Annablume
Páginas: 432
Gênero: Geografia - História

ISBN: 978-85-391-0216-7


0 comentários:

Postar um comentário

Compre aqui na Banca Livraria Popular através do PagSeguro-UOL