Pesquisa

Aviso
Devido ao processo de migração da Banca Livraria Popular para o site da Pueblo Livraria, pedimos para enviar e-mail confirmando a disponibilidade dos livros antes de compra-los por este blog.

Infantis

Autores: René Schérer.

 Charles Fourier e a infância para além das crianças.


  A criação do gênio não é lembrança, mas ressurgência, emer­gência de um fundo comum, que a criança – ou a infância – anima com sua sensibilidade e que o artista consegue exprimir. Assim, além de se lembrar, de se deixar impulsionar por forças obscuras, o artista – pintando, escrevendo, compondo – é banhado de infância. Criança, ele o é, ou melhor: ele se “torna”.
Parece-me que esse tornar-se, esse devir completamente singular – correspondendo a uma disposição própria ao artista, à sua disposição subjetiva – foi exatamente nomeado e caracterizado por Gilles De­leuze e Félix Guattari com a expressão “devir criança”, em que devir reveste a forma, ao mesmo tempo, substantiva de um estado e ativa de um verbo. E eles exprimiram a mesma coisa com a expressão, intimamente ligada à primeira e sua corolária, “bloco de infância”, que não é mais a infância em lembrança, mas em devir, precisamente, na orientação criadora.
O bloco é a infância preservada, resistente, emergindo, como o iceberg, do mar profundo, a infância radiante como um cristal – ela pró­pria cristal do tempo e, em bloco, contra qualquer corrosão e ameaça.


FICHA DO LIVRO

Título: Infantis
Autores: René Schérer

Editora: Autêntica
Ano: 2009
Páginas: 240
Peso: 310 g


Gênero: Filosofia - Educação - Arte

ISBN: 9788575262986



0 comentários:

Postar um comentário

Compre aqui na Banca Livraria Popular através do PagSeguro-UOL