Pesquisa

Aviso
Devido ao processo de migração da Banca Livraria Popular para o site da Pueblo Livraria, pedimos para enviar e-mail confirmando a disponibilidade dos livros antes de compra-los por este blog.

A Raia Divisória São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul (Cenas e cenários)

Autor: Messias Modesto dos Passos (org.)


  O Projeto “Dinâmicas socioambientais, desenvolvimento local e sustentabilidade na raia divisória São Paulo – Paraná – Mato Grosso do Sul” nasceu da motivação de um grupo de pesquisadores em consolidar a cultura de estudos locais-regionais que contemplasse duas vertentes do fazer geografia: (a) o avanço teórico-metodológico e (b) a divulgação/aplicação do conhecimento produzido na Universidade à sociedade em geral e, de modo especial, aos gestores públicos municipais.  


Neste início de século, em que a globalização das economias e a integração dos mercados surgem como processos geradores de novos padrões de relação territorial a todos os níveis e escalas (continentes, países, regiões, unidades locais), tornam-se extremamente importante aprofundar e comparar diferentes experiências de integração e cooperação regionais

As “fronteiras” são raias, isto é, áreas de intergradação onde os processos se manifestam segundo uma lógica de descontinuidade objetiva da paisagem ou, ainda, segunda uma impermeabilidade muito acentuada entre as parcelas do território submetidas às definições e redefinições territoriais mais ou menos independentes. Os capítulos que compõem este livro tem como objetivo maior apresentar um diagnóstico das diferentes formas de integração em parcelas territoriais que, por pertencerem a diferentes âmbitos regionais, conhecem diferentes estágios de desenvolvimento, diferentes estruturas administrativas e diferentes relações com os mercados. A compreensão destes processos apenas será possível a partir da convergência de diferentes perspectivas: estudo sobre o meio ambiente, sobre o desenvolvimento rural, sobre planejamento regional e urbano, e, ainda, sobre as dinâmicas socioambientais e territoriais. Nesse sentido, é preciso desenvolver estudos dentro do contexto econômico e social predominante ao longo da história de ocupação desse território e, sobretudo, termos em consideração as “sucessivas sociedades” e suas relações com o meio, ou seja, (1) a degradação do meio ambiente a partir de uma análise integrada: desmatamento-erosão-assoreamento-desperenização dos cursos d´água; (2) a história do uso e da propriedade da terra; (3) dos impactos das grandes obras – hidrelétricas, usinas de álcool -; (4) dos reflexos dos movimentos sociais, notadamente, o MST; (5) dos reflexos das alterações do potencial ecológico e da exploração biológica sobre a sustentabilidade do desenvolvimento local-regional. A análise integrada será efetuada a partir da abordagem teórico-metodológica centrada no modelo geossistemico, reconhecido como um conceito antrópico, ou seja, ele (o geossistema) não tem por função explicar a sociedade na sua relação com o território, mas de entender a fisionomia e o funcionamento do território sob o impacto da sociedade.


Acesse: http://pueblolivraria.com.br

FICHA DO LIVRO

Título: A Raia Divisória São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul (Cenas e cenários)
Autores: Messias Modesto dos Passos (org.)

Editora: Outras Expressões
Páginas: 360
Peso: 578g

Gênero: Geografia

ISBN: 978-85-6442-104-2

0 comentários:

Postar um comentário

Compre aqui na Banca Livraria Popular através do PagSeguro-UOL