Pesquisa

Aviso
Devido ao processo de migração da Banca Livraria Popular para o site da Pueblo Livraria, pedimos para enviar e-mail confirmando a disponibilidade dos livros antes de compra-los por este blog.

Marxismo e teoria da literatura

Autor: György Lukács.

São muitos os temas abordados nos ensaios contidos em Marxismo e teoria da literatura. Além de um criterioso exame das ideias estéticas de Engels e de uma abordagem da teoria marxiana da decadência ideológica e de seus reflexos na literatura, Lukács nos apresenta algumas das principais determinações do realismo, que é para ele uma característica essencial de toda grande arte e não apenas um estilo entre outros. Na exata medida em que é um reflexo da realidade objetiva, ainda que obtido por meios diferentes daqueles da ciência, toda arte autêntica possui esta dimensão realista, que faz com que seu receptor tome consciência de sua participação nas experiências do gênero humano. Para Lukács, há assim uma estreita e orgânica relação entre arte e sociedade.

O estudo apaixonado da substância humana do homem faz parte da essência de toda literatura e de toda arte autênticas. Não basta, para que sejam chamadas de humanistas, que estudem apaixonadamente o homem, a verdadeira essência da sua substância humana; é preciso também, ao mesmo tempo, que defendam a integridade do homem contra todas as tendências que a atacam, a envilecem e a adulteram. Como todas essas tendências (e, naturalmente, em primeiro lugar, a opressão e a exploração do homem pelo homem) não assumem em nenhuma sociedade uma forma tão inumana como na sociedade capitalista, todo verdadeiro artista ou escritor é um adversário instintivo destas deformações do princípio humanista, independentemente do grau de consciência que tenham de todo este processo.


Acesse: http://pueblolivraria.com.br

FICHA DO LIVRO


Título: Marxismo e teoria da literatura
Autor: György Lukács

Editora: Expressão Popular

Páginas: 296

Gênero: Marxismo - Crítica Literária - Arte

ISBN: 9788577431670

Sobre o autor: György Lukács nasceu em Budapeste, Hungria, em 1885, e faleceu na mesma cidade, em 1971. Ele foi um dos mais importantes filósofos marxistas do século XX. Desde jovem, o interesse pela estética ocupa um papel central em sua obra. Num primeiro momento, foi influenciado por Kant e, mais tarde, quando escreveu Teoria do romance (1916), por Hegel. Mas a grande virada em seu pensamento ocorre sob a influência da Revolução Bolchevique de 1917, que abriu para grande parcela da humanidade uma perspectiva de transformação da realidade, uma alternativa radical ao sistema capitalista. É então que Lukács adere à teoria social de Marx, uma adesão que tem também uma dimensão claramente política: em 1918, ele ingressa no Partido Comunista Húngaro, no qual permanecerá até o fim de sua longa vida.

0 comentários:

Postar um comentário

Compre aqui na Banca Livraria Popular através do PagSeguro-UOL