Pesquisa

Aviso
Devido ao processo de migração da Banca Livraria Popular para o site da Pueblo Livraria, pedimos para enviar e-mail confirmando a disponibilidade dos livros antes de compra-los por este blog.

O Regime de Bretton Woods para o Comércio Mundial



 Este livro descreve e analisa as origens, as características institucionais, a normatividade e o significado do chamado regime internacional de Bretton Woods para o comércio mundial, que predominou em todo o período do pós-Segunda Guerra Mundial até a década de 1980. A gênese desse regime remonta às negociações entre Estados Unidos e Grã-Bretanha no período 1941-1948, através de proposições formuladas pelos chamados “planejadores do pós-guerra” (como Keynes, Dexter White e outros), que levaram à criação do Gatt em 1947 e à aprovação da Carta de Havana para a International Trade Organization (ITO) em 1948. Apesar das expectativas dos “planejadores do pós-guerra” quanto à centralidade da ITO para a coordenação da retomada do crescimento econômico no sistema mundial, a agudização da Guerra Fria, especialmente com a Guerra da Coreia, e o novo contexto político conflitivo em que se concretizou a decisão (relutante) dos Estados Unidos de reconstruir a Europa levaram ao abandono pelo governo norte-americano, em 1950, da intenção de criar a ITO e de utilizar as demais instituições  criadas em Bretton Woods (FMI e Banco Mundial) na reconstrução europeia.O regime de Bretton Woods para o comércio mundial analisa as razões para a não criação da ITO e para a manutenção do Gatt como a única instituição reguladora do comércio mundial até o surgimento da OMC na década de 1980, bem como discute exaustivamente as normativas da Carta de Havana e do Gatt, que passarão a influenciar decisivamente o marco normativo das negociações comerciais internacionais desde então.
 


FICHA DO LIVRO

Editora: Mauad
Páginas: 287


Gênero: Economia - Política

ISBN:
978-85-7478-316-1


0 comentários:

Postar um comentário

Compre aqui na Banca Livraria Popular através do PagSeguro-UOL