Pesquisa

Aviso
Devido ao processo de migração da Banca Livraria Popular para o site da Pueblo Livraria, pedimos para enviar e-mail confirmando a disponibilidade dos livros antes de compra-los por este blog.

Viagens Ultramarinas


 Monarcas, vassalos e governo a distância.

 Em 1808, quando a Corte portuguesa estabeleceu-se no Rio de Janeiro, uma nova configuração política surgia no império colonial português. De Lisboa partiam, rumo às conquistas, os vassalos em busca de terras e mercês, que enfrentavam as adversidades dos novos territórios com a intenção de alargar os horizontes dos reais domínios. Este livro pretende estudar como os vassalos do rei português contribuíram para manter esse vasto império, durante tantos séculos, e como a lealdade monárquica viabilizou um governo a distância. Sem a contribuição dos moradores das possessões ultramarinas, seria inviável o controle das conquistas por parte do soberano.


Para melhor conhecer o governo a distância, a minuciosa pesquisa de Ronald Raminelli buscou explorar não apenas a administração formal conduzida por vice-reis, governadores e magistrados, mas, sobretudo, o desempenho de uma elite ilustrada, filha das luzes, que viajava a paragens remotas, representava o rei e escrevia a Lisboa para inventariar o império, seus povos, riquezas e fronteiras. 


O livro mostra ainda os estritos vínculos entre o monarca e a elite luso-brasileira, explicando o nascimento de uma elite conservadora por defender a união com Portugal e, posteriormente, por consolidar a autonomia política comandada pelo príncipe D.Pedro. As viagens ultramarinas ainda viabilizaram a composição de memórias econômicas sobre as relações entre metrópole e colônia.

  
FICHA DO LIVRO


EditoraAlameda Editorial
Páginas: 320
Ano: 2008

GêneroHistória


ISBN: 978-85-98325-67-5
Autor: Ronald Raminelli é professor associado do departamento de História da Universidade Federal Fluminense.


0 comentários:

Postar um comentário

Compre aqui na Banca Livraria Popular através do PagSeguro-UOL