Pesquisa

Aviso
Devido ao processo de migração da Banca Livraria Popular para o site da Pueblo Livraria, pedimos para enviar e-mail confirmando a disponibilidade dos livros antes de compra-los por este blog.

A Cultura de Juta e Malva na Amazônia Ocidental

Autor: Antonio Carlos Witkoski (Org.).

  Sementes de uma nova racionalidade ambiental?.

  Que julgamento a história brasileira faz da história do etnocídio/epistemicídio cometido, e que ainda se comete, com a diversidade social que habita, trabalha e vive na Amazônia – nos diferentes momentos de sua formação social – em razão dos projetos que aqui se desenvolveram? Uma nova visão de mundo que leve necessariamente em consideração a reinvenção da razão moderna e a problemática da biossociodiversidade amazônica implicam rever, profundamente, entre outros temas, o que significa hoje desenvolvimento para esse lugar do mundo. Nesse contexto, não podemos esquecer que cada país tem a sua própria história e deve, à luz da própria história, escolher os caminhos que melhor lhe aprouver nunca desconsiderando sua ecologia – seus múltiplos ecossistemas – e a ecologia humana que o conforma historicamente. O livro A cultura de juta e malva na Amazônia ocidental: sementes de uma nova racionalidade ambiental? que ora entregamos ao público para julgamento procura responder algumas das questões postas acima – ainda que de modo não conclusivo. O livro tem como eixo estruturante um conjunto de textos que procura conduzir o leitor à compreensão histórico-social da origem, formação e desenvolvimento da produção da juta e/ou da malva no estado do Amazonas – discutindo/problematizando os sujeitos sociais que efetivamente a produziram e os que ainda se envolvem com sua produção.
Entre o passado e o futuro (provável) da produção da juta e/ou da malva no Amazonas, em particular, e na Amazônia, em geral, o que podemos esperar? As reflexões do livro – apoiadas nos conceitos de ecodesenvolvimento e ecotecnologias – nos conduziram a uma inequívoca certeza: o universo da produção/reprodução material e simbólica da vida dos ribeirinhos, caboclos, caboclo-ribeirinhos, juteiros, malveiros etc. – que tem, no cultivo da juta e/ou da malva, uma de suas razões de ser – carrega nas entranhas do seu projeto de vida a teleologia da esperança!





FICHA DO LIVRO

Título: A Cultura de Juta e Malva na Amazônia Ocidental
Autor: Antonio Carlos Witkoski (Org.)

Editora
: Annablume
Páginas
: 466 
Ano: 2010


ISBN: 978-85-391-0175-7


0 comentários:

Postar um comentário

Compre aqui na Banca Livraria Popular através do PagSeguro-UOL