Pesquisa

Aviso
Devido ao processo de migração da Banca Livraria Popular para o site da Pueblo Livraria, pedimos para enviar e-mail confirmando a disponibilidade dos livros antes de compra-los por este blog.

Pedra de Sol

Autor: Octavio Paz.

Pedra de Sol constitui um dos textos centrais da produção poética paziana. Escrito durante alguns meses no ano de 1957, no México, o texto revela um ambicioso projeto poético-estético de Octavio Paz, excepcionalmente bem-sucedido, fruto de sua maturidade como homem e como poeta.

À imagem e semelhança de um calendário – a gigantesca “Piedra de Sol”, estela-calendário da civilização asteca, um dos mais importantes monumentos que guarda o Museu de Antropologia da Cidade do México -, cuja ideia mesma pressupõe a repetição e cuja função é organizar num continuum mensurável pelo homem o devir temporal, o poema volta-se sobre si próprio e conjuga-se cíclica e infinitamente.
Tradução de Horácio Costa.

Acesse: http://pueblolivraria.com.br


FICHA DO LIVRO

Título: Pedra de Sol
Autor: Octavio Paz

Editora: Demônio Negro
Páginas: 86

Gênero: Literatura Estrangeira


Sobre o Autor: Octavio Paz Lozano, (1914-1998), nasceu e morreu na Cidade do México. Viveu a infância nos Estados Unidos, morou na Espanha, em Paris, onde testemunhou e viveu o movimento surrealista, e também no Japão e Índia, como diplomata. Entre suas obras destacam-se Libertad bajo palabra (1949), El Arco y la Lira (1956), Blanco (1967), El mono gramático (1974), La Otra Voz (1990). Traduziu Matsuo Basho e Fernando Pessoa. Recebeu o Nobel de Literatura de 1990.

0 comentários:

Postar um comentário

Compre aqui na Banca Livraria Popular através do PagSeguro-UOL