Pesquisa

Aviso
Devido ao processo de migração da Banca Livraria Popular para o site da Pueblo Livraria, pedimos para enviar e-mail confirmando a disponibilidade dos livros antes de compra-los por este blog.

Subjetividades antigas e modernas

Autores: Margareth Rago e Pedro Paulo Funari (Orgs).

 Tendo como principais referências as problematizações e conceituações de Michel Foucault, mas também daquelas trazidas pela epistemologia feminista e pela introdução da categoria do gênero, o volume procura perceber os constantes usos do passado que compõem mundos gregos e romanos, para fins do presente. Esta obra resulta de colóquios e convívios profícuos, fertilizados pela interação. O resultado é um convite a ousar pensar a diversidade e a heterarquia e a problematizar nossa própria pós-modernidade.




FICHA DO LIVRO



Editora: Annablume
Páginas: 253
Formato: 14x21cm


ISBN: 978-85-7419-874-3


Mais Informações:
Sumário sintetizado

Parte I Ultrapassar as fronteiras do tempo

Capítulo 1 Antigos e modernos: cidadania e poder médico em questão
Margareth Rago e Pedro Paulo A. Funari

Capítulo 2 História: construção e limites da memória social
Tânia Navarro Swain

Capítulo 3 Genealogia e história antiga
Glaydson José da Silva e Adilton Martins

Capítulo 4 Helenismo e modernidade: o caso Nietzsche
Alexandre Alves

Parte II Subjetividade, poder e gênero

Capítulo 5 De bruxas e feiticeiras
Norma Telles

Capítulo 6 Um mito grego em paragens nacionais. Poderes e subjetividades em Medéia de Eurípedes
Sandra C. A. Pelegrini

Capítulo 7 Somos tão antigos quanto modernos? Sexualidade e gênero na Antigüidade e na Modernidade
Lourdes Feitosa e Margareth Rago

Capítulo 8 “Afaste-se, Maria, de nós, pois as mulheres não merecem a vida”: heterodoxia e ortodoxia nos inícios do Cristianismo
Roberta Alexandrina da Silva

Parte III Transgressões e artes de viver

Capítulo 9 Rosários e vibradores: interferências feministas na arte contemporânea
Luana Saturnino Tvardovskas

Capítulo 10 “Um beijo preso na garganta”: contracultura e estéticas da existência na canção brasileira dos anos 1960 e 1970
Ana Carolina Arruda de Toledo Murgel

Capítulo 11 Da arte da amizade entre antigos e modernos
Marilda Ionta e Natália Ferreira Campos

Capítulo 12 Em busca da beleza no viver: diálogos possíveis entre a Antigüidade e o anarquismo contemporâneo
Maria Clara Pivato Biajoli e Priscila Piazentini Vieira

Parte IV Corpo, sexualidade e imaginário

Capítulo 13 Uma longa controvérsia na Modernidade: gênero e medicina
Elisabeth Juliska Rago

Capítulo 14 Gladiadores em movimento: imagens do corpo e formas de identidades entre os romanos
Renata Senna Garrafoni

Capítulo 15 O falo na Antigüidade e na Modernidade: uma leitura foucaultiana
Marina R. Cavicchioli



0 comentários:

Postar um comentário

Compre aqui na Banca Livraria Popular através do PagSeguro-UOL